Doom e Doom II (Clássicos) - Análise/Review para Nintendo Switch
1
1 point

Doom  é um jogo dede tiro em primeira pessoa, lançado em 1994 pela id Software e um dos títulos que geraram o gênero tiro em primeira pessoa. Combinando gráficos 3D com violência gráfica e personagens em sprites 2D, ele tornou-se tão controverso quanto imensamente popular, com um lançamento em versão shareware que estima-se ter sido jogada por 15 milhões de pessoas. Além de definir muitos elementos dos games de tiro em primeira pessoa, Doom estabeleceu uma sub-cultura por popularizar os jogos em rede e permitir expansões criadas pelos jogadores (arquivos WADs). O sucesso do jogo influenciou o boom de jogos nos anos 90 até chegar ao ponto desses jogos serem algumas vezes chamados de “clones do Doom”.

Muitos anos depois, mais especificamente em 2019, nós estamos recebendo o relançamento desses 2 primeiros clássicos da década de 90 para o Nintendo Switch. É o que vamos falar hoje em mais uma análise aqui do Galáxia Nerd.

Advertisement

  • GAMEPLAY

O gameplay de Doom é algo que hoje em dia todos nós já sabemos como funciona, o estilo FPS. A grande diferença nesse relançamento para Nintendo Switch, é que o game usa o segundo analógico para o uso da mira das armas. Versões antigas como o famoso port para o SNES, não tinham essa possibilidade. O game também conta com um modo multiplayer muito divertido, como o modo coop, que possibilita até 4 amigos a jogar pelo modo campanha do game juntos e o modo deathmatch, que os 4 jogadores vão se assassinar em arenas. Infelizmente não foi colocado um modo de multiplayer online, mas a tela dividida está presente. Armas clássicas como a espingarda de cano dublo, metralhadora giratória e serra elétrica, além de muitas outras armas, todas estão presentes.

  • SOM

O áudio do game está com a qualidade superior ao original, com suporte a qualidade sonora dos consoles atuais. As musicas de Metal continuam rolando solta, não vai faltar rock’n roll nessa trilha sonora. Os games não contam com suporte ao português, o que não seria um problema, uma vez que esses clássicos não usam muitos textos, os jogos são focados em gameplay.

  • GRÁFICOS

Os gráficos estão em full HD nas tvs e em 720p no modo portátil, tudo rodando de forma muito tranquila e fluída. É bonito de ver esses clássicos rodando com uma qualidade de imagem nítida como nesse caso. Apesar disso, se trata de um jogo antigo, então o gráfico ainda continua bem no estilo retro, com personagens em sprites 2d. Trata-se de um port muito bem feito para o console híbrido da Nintendo.

 

  • Nivel de Galáxia Encontrada:

Veredito

Os clássicos Doom e Doom II chegaram de forma surpresa no console da Nintendo e com um preço excelente de 5 dólares cada. Com multiplayer local em tela dividida para até 4 jogadores, foi uma dição muito divertida a um jogo que é atemporal. É impressionante como ainda é divertido jogar esses clássicos, mesmo nos dias atuais com tantos jogos ultra realistas, como o próprio Doom novo. Suas mecânicas aprimoradas para o uso de um segundo analógico também é um ponto positivo. Minha vontade era de dar nota 10 a esses clássicos, mas pela falta de um multiplayer online, algo que eu acredito que seria muito bem recebido pela comunidade, minha nota de recomendação é de 9,5. Uma obra-prima atemporal, Doom e Doom II continuam incríveis de se jogar nos dias atuais e sem sombra de dúvidas é uma pedida maravilhosa para todo fã que gostaria de ter uma versão HD para jogar em qualquer lugar e a qualquer hora no seu Nintendo Switch, e por esse preço, esta super super recomendado. Para os interessados, um vídeo com gameplay do multiplayer de Doom e Doom II está logo abaixo, direto do canal The Games Brasil.

Overall
9

 

  • VÍDEO DO MULTIPLAYER DE DOOM E DOOM II:

Advertisement

Ixi! E agora, qual sua reação?

Gostei Gostei
0
Gostei
Uau Uau
0
Uau
Nãaoo Nãaoo
0
Nãaoo
Confuso Confuso
0
Confuso
AndyDaher