LG vai deixar de produzir celulares

LG vai deixar de produzir celulares

No dia 05 de abril, a LG revelou que irá encerrar as atividades da sua divisão de celulares ainda em julho deste ano. A decisão da companhia acabou deixando diversos usuários da marca com uma pulga atrás da orelha sobre o que deve acontecer com os aparelhos que ainda estão disponíveis no mercado.

A empresa sul-coreana confirmou que todo o seu estoque atual de smartphones irá continuar à venda até que não sobre nenhum. Também afirmou que dará suporte aos dispositivos e que alguns modelos selecionados poderão receber o Android 12 nas próximas atualizações.

Algumas publicações que foram realizadas nas redes sociais apontam que o suporte de serviço e atualizações de softwares para aparelhos da LG irão variar de região para região. Com isso, a companhia continuará contando com a colaboração de alguns antigos parceiros de negócios, assim como fornecedores, após o encerramento da sua divisão de telefonia móvel.

LG
LG

Já em relação à assistência técnica, a marca disse que irá continuar fornecendo peças sobressalentes até o fim da garantia limitada dos seus produtos ou o final do período que a legislação dos diferentes países prevê. Assim sendo, algumas peças podem continuar mais tempo disponíveis em alguns mercados.

Com isso, os donos dos últimos aparelhos lançados pela marca, como o LG Velvet, Wing, K52 e K62, podem ficar mais despreocupados, já que eles devem continuar recebendo suporte técnico pelos próximos anos. Se dá para tirar uma notícia boa de tudo isso, é que pelo menos você não precisa de um modelo da LG para ter acesso ao bônus do leovegas, já que a plataforma é referência na jogatina para celulares, por conta da diversidade e qualidade de títulos, que ampliam e muito a variedade de entretenimento para os mobiles.

Anuncio já era esperado

A revelação de que a LG deixaria de lado a produção de smartphones já era fonte de especulações há algum tempo. Essa medida da empresa só reflete algumas dificuldades que muitas outras companhias do setor de celulares vem enfrentando. E essa não é a primeira nem a última vez que uma marca famosa deste nicho acaba deixando o mercado mobile por conta dos obstáculos encontrados.

Alguns exemplos são a Nokia e BlackBerry que, mesmo assumindo a liderança do mercado dos celulares na época flip, acabaram não conseguindo o mesmo sucesso na transição para os modelos touchscreen. A BlackBerry acabou sendo vendida para a TCL enquanto a Nokia está “sob as asas” da HMD.

E acredite se quiser, até mesmo a Apple e a Samsung, que há muito tempo lideram o setor, têm enfrentado perdas doloridas ultimamente. E essa redução está ligada a muitos fatores, desde uma mudança frequente de aparelhos pelos consumidores à procura por smartphones intermediários com um preço mais acessível.

Já a LG vinha ocupando a quinta colocação do ranking de fabricantes de celulares a um bom tempo – em 2007 quanto o primeiro iPhone foi vendido, a companhia sul-coreana ficava atrás somente da Nokia, Motorola, Samsung e Sony Ericsson. E todas essas empresas, tirando a Samsung, acabaram perdendo parte da competitividade de mercado e abriram espaço para outras. No finalzinho de 2020, a LG também acabou deixando esse Top 5, vagando o lugar para a Huawei, que mesmo sofrendo diversas sanções comerciais, ficou entre as fabricantes de maior sucesso.

O que esperar da marca a partir de agora

Pelo que a companhia revelou, apesar de estarem encerrando sua divisão de telefonia móvel, eles continuarão a utilizar sua experiência no setor para permanecer criando novas tecnologias com foco na mobilidade. Inclusive, a LG já está desenvolvendo um projeto com redes 6G, aumentando ainda mais a competitividade em alguns setores de tecnologia. Além disso, a fabricante afirmou em comunicado que irá focar em outros segmentos tecnológicos. Dentre os que merecem destaque estão os carros elétricos, casas inteligentes, gadgets conectados à IoT e diversos projetos relacionados à inteligência artificial.

Reviews

0 %

Notas Usuários

0 reviews
Dar Nota
LG

Deixe um comentário