Resident Evil 2 de volta às raizes | Jogamos a demo na BGS 2018

Resident Evil 2 é um dos jogos mais esperados para 2019, o título da CAPCOM promete agradar tanto os fãs mais antigos da série como os mais novos.

O game está presente na BGS 2018, e com certeza é um dos jogos mais requisitados do evento, já que ficamos em uma fila extensa por mais de 1 hora e meia para jogar a mesmo demo apresentada na Gamescom 2018.

Com base nisso vamos deixar nossas impressões sobre o gameplay e suas mecânica.

Gameplay Clare Redfiled:

 

A demo com Clare Redfiled já nos coloca em um ambiente mais escuro e apresenta os elementos que serão utilizados para o gameplay do reboot. Pare quem jogou a franquia clássica irá se familizar logo de cara com algumas coisas que nos são apresentadas no decorrer do jogo.

O clima está mais tenso do que os jogos classicos,  isso mostra que a Capcom voltou as suas raizes com Resident Evil 2, mesclando isso a uma mecanica atualizada que com certeza irá agradar a grande maioria. Os controles são bem faceis e intuítivos, e controlar Claire parece ser uma experiencia tranquila já que que os comandos reagem bem. Para quem jogou a série Revelation irá encontrar algumas familiaridades.

Ao tentar correr, a personagem não dispara como nos jogos mais novos (RES 5, 6 e Revelations 2), ela vai em uma velocidade um pouco acima do normal, lembra muito Resident Evil 4. E isso torna o jogo mais cadenciado e interessante, ainda mais pela volta dos Zumbis.

Os minutos que enfrentamos o Doutor William Birkin, foram bem intrigantes e deu aquela sensação que só os jogadores mais antigos vão entender.  O jogo mescla as mecanicas antigas com a atual. Quando somos pego pelo Doutor, temos a opção de utilizar uma arma secundária, em nosso caso uma faca ou uma granada. Essa mecanica foi implementada em Resident Evil Remake(Game Cube) e caiu muito bem em Resident Evi 2.

Pelo menos nessa parte do jogo, houve um pouco de escasses de bullets e foi necessário correr pelo cenário procurando por munição e ervas (Stamina).

Infelizmente não podemos jogar muito para extrair aspectos mais técnicos e já que não a fator surpresa (gameplay), não há muito o que dizer. Mas o que podemos concluir é que o game trás uma atmosfera bem interessante.

Gameplay Leon:

 

O gameplay com Leon se inicia no DP de Raccon e percebe-se que está mais cadenciado, o Leon é lento, nada demasiado e a mira não está precisa, talvez de propósito, pois no primeiro encontro com os zumbis fui afobado ao mirar atirando e acertei a parede algumas vezes. Para se ter precisão precisa de calma e esperar a mirar fixar, nada que alguns minutos para se apropriar do macete.

Enquanto jogamos com Leon o clima de tensão é constante e a cada esquina dos corredores do D.P. é um calafrio na espinha, e eu não me atrevi a correr, sempre andando com cautela olhando para cada canto com medo de ser atacado por zumbi.

E falando de zumbi, que finalmente voltam para série, o que não poderia ser diferente se tratando de um remake/reboot, estão assustadores, grotescos e lentos, como devem ser aliado ao som ambiente que é outro personagem a parte que nos deixa mais imersivos.

Considerações finais:

Infelizmente a demo que foi trazida para BGS só poderia ser jogada por 10 minutos, com isso, não se pode extrair muitos detalhes, entretanto é de se constatar que o gráfico e não está refinado e na sua versão final deverá ter melhorias.

 

Resident Evil 2 trás mecânicas atualizadas com o clima de terror e suspense que consagraram a franquia.

 

 




Veja os comentários abaixo!

Big BOSS

Aqui no Galaxia Nerd você criar seu perfil e já pode postar um artigo através da sua conta, e ainda tem acesso a criação de Fóruns, Comunidades, Feeds de Noticias e muito mais para compartilhar com seus amigos.