Sony confirma que nova política está restringindo a sexualidade nos jogos

Quem não se lembra que no ano passado a Sony teve que barrar o lançamento de Omega Labyrinth Z no ocidente para PS4 e PS Vita, devido a sexualização das mulheres no jogo?

Naquele momento houve algumas críticas por conta de alguns jogadores sobre a imparcialidade da empresa, já que jogos violentos são aceitos sem nenhum tipo de restrição. E claro, também tivemos pessoas que apoiaram a Sony em deixar o título apenas para o público japonês.

E agora, através do Wall Street Journal, a Sony admitiu que estabeleceu novos padrões internos, através de uma nova política que limita esses tipos de conteúdos sexuais que chegam às plataformas PlayStation. Essa decisão foi tomada, devido a preocupação que o Estados Unidos vem tendo em relação a representatividade das mulheres e sua sexualização.

A Sony tem uma preocupação que esses jogos de nicho, que são “normais” no Japão, acabem manchando a reputação da plataforma no ocidente.

O que você acha sobre essa postura da Sony, ela está correta em vetar esse tipo de jogo no ocidente? Queremos saber a sua opinião, comente abaixo.

Fonte: Eurogamer

Reviews

0 %

Notas Usuários

0 reviews
Dar Nota

Deixe um comentário