Segundo a Square Enix, as microtransações são melhores no mobile do que nos consoles
0

Graças a Final Fantasy XV e NieR: Automata a empresa está fechando 2017 bastante no positivo. Apesar da Square Enix não ser contra à ideia de “jogos como serviço”, ela mostra não gostar de trabalhar com sistemas que tem como base as microtransações, ao menos no que diz repeito a seus lançamentos para consoles.

“O que as pessoas esperam e querem em jogos para consoles caseiro é talvez bastante diferente do que as pessoas querem em um game mobile”, disse o CEO Yosuke Matsuda em entrevista à MCV. “A maneira como os jogos de console são feitos, o volume de conteúdo e o tanto de esforço que vai neles, há algo nisso em que microtransações não se encaixam na mente”, completou.

Advertisement

Ainda que a Square Enix tenha aberto mão dos sistemas de microtransações, ela não deixa de vender conteúdos adicionais para seus jogos, como Deus Ex e Final Fantasy, por exemplo.

Através da declaração, Matsuda demostra reconhecer que os consumidores não se contentam em pagar US$ 60 como “taxa de entrada”, para depois ter que gastar com microtransações e, enfim, a diversão realmente chegar.

 

Fonte: USGamer

 

Advertisement

Ixi! E agora, qual sua reação?

Gostei Gostei
0
Gostei
Uau Uau
0
Uau
Nãaoo Nãaoo
0
Nãaoo
Confuso Confuso
0
Confuso
Gabriel Corrêa
Sou amante da cultura nerd em geral e também sou louco pela arte do cinema. Porém, minha verdadeira paixão são os Video Games. Não tenho restrições de plataformas, gosto de jogar em todas seja Nintendo, Xbox ou PlayStation. Meus gêneros de jogos favoritos são: rpg, puzzle, aventura e survival horror. Mas procuro jogar de tudo, principalmente para aumentar meu conhecimento e experiência gamer.