0

Olá pessoal! Tudo bem com vocês?

Como é de costume vamos trazer mais um review da coleção Graphic MSP em que artistas brasileiros escrevem historias ao seu estilo dos personagens criados pelo Mauricio de Souza .

Aqui no Galáxia Nerd fizemos matérias especiais sobre todas as edições da coleção lançadas até o momento! Vocês podem conferir clicando nos links abaixo:

FASE 1 (edições lançadas entre 2010 e 2013)

FASE 2 (edições lançadas entre 2014 e 2015)

FASE 3 (edições lançadas entre 2016 e 2017)

 

Mas vamos falar de Jeremias-Pele! Com roteiro de Rafael Calça ( um cara super gente boa que nos concedeu uma entrevista que vocês podem conferir clicando AQUI) e arte de Jefferson Costa, essa graphic traz como personagem principal o único garoto negro da Turma da Mônica em uma historia densa, crua e real sobre racismo.

Conforme nos disse na entrevista, Rafael colocou muito de suas lembranças na historia, das situações que vivenciou durante sua vida em que sofreu ou presenciou atitudes racistas. A historia não tem medo de tocar na ferida e expor situações que parecem normais mas mostram uma sociedade em que ainda existe muita desigualdade entre brancos e negros como o caso da HQ que Jeremias lê em que o protagonista é um heroi da cor branca sendo mostrado como um ser grande e imponente e seu ajudante é um garoto negro estereotipado ou na sala de aula em que a professora ao sugerir profissões para os alunos apresentarem em seus trabalhos escolhe profissões mais renomadas como médicos e advogados para os meninos brancos e ao olhar para Jeremias ela escolhe a profissão de pedreiro para ele.

Imagem relacionada

A historia acerta em mostrar o garoto tendo que lidar com todos os sentimentos que despertam ao ser exposto ao racismo pela primeira vez! Se para nós leitores, em sua maioria adultos, é difícil entender por que existem pessoas que odeiam seu próximo por causa da cor da pele imagina para uma criança? A jornada que Jeremias passa para absorver o que está acontecendo e aprender com isso é fascinante.

Algo a se destacar é que o Jeremias nunca foi um personagem do primeira escalão nas historias da Turma da Mônica! Ele sempre foi um coadjuvante quase um figurante! Não há historias clássicas estreladas por ele para serem referenciadas na graphic como acontecem na outras graphics da coleção que mesmo sendo releituras brincam com as referencias das historias clássicas dos personagem. Rafael foi muito feliz em criar toda uma mitologia para o Jeremias e mostrar que ele não é apenas o garoto negro da turma e sim é um garoto inteligente que gosta de quadrinhos, gosta de brincar com seu pai, adora conversar com o avô e que ri, se emociona,chora! Finalmente ele tem uma personalidade! Agora sim ele deixou de ser um figurante e é um personagem de fato!

A arte de Jefferson Costa é muito estilosa e faz muito bom uso das cores e formas para nos mostrar como cada personagem está se sentindo naquele momento. É uma arte muito viva que literalmente fala com o leitor!

Destaque também para o prefácio escrito pelo próprio Mauricio de Souza em que ele reforça o quanto Jeremias-Pele é uma obra importante pois o fez ver o quanto ele estava em divida com o Jeremias e pelo que ele representa e prometendo a partir daqui dar mais atenção ao personagem, e ao texto na contra-capa da revista escrito pelo rapper Emicida que é um ótimo relato de que obras como Jeremias-Pele são essenciais e já deveriam terem aparecido há muito tempo atrás.

Imagem relacionada

De coração, torço para que Jeremias-Pele se torne leitura obrigatória em escolas e vestibulares para que possamos mostrar a nova geração o quanto o racismo é algo abominável! Não se trata de vitimismo, de "mimimi": se trata de respeitar o próximo e se colocar no lugar dele, ter empatia e mudar o jogo! Ainda há tempo!

Então é isso, pessoal! Espero que tenham gostado da dica de HQ de hoje!

Até a próxima!

 

 

 


Veja os comentários abaixo!

0

Ixi! E agora, qual sua reação?

Gostei Gostei
8
Gostei
Uau Uau
6
Uau
Amei Amei
5
Amei
Nãaoo Nãaoo
3
Nãaoo
Confuso Confuso
1
Confuso
Raiva Raiva
16
Raiva
Cristiano de Andrade
Colecionador de quadrinhos ( especialmente Marvel) , gamer e viciado em séries, ele não entende por que os nerds que na sua época eram tão unidos agora se dividiram em facções: é Caixista contra Sonysta, Marvete contra Decenauta e etc... Bora esquecer rivalidade e se divertir, galera!
Choose A Format
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Convencional
Formatted Text with Embeds and Visuals
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes