Analistas acreditam que o Nintendo Switch deve marcar o fim da "estratégia de dois consoles" para a Nintendo
2
2 points

Nesses últimos meses, as ações da Nintendo têm valorizado de maneira estável, alcançando seu maior valor em anos, fator causado principalmente pelo sucesso do Switch. Mesmo assim, há outros fatores a se considerar, como o sucesso da companhia com os jogos para celulares e seus planos para expansão comercial para outras áreas, como o parque temático e séries animadas (que se encontram em discussão no momento).

Uma análise recente do Bloomberg indica que a Nintendo estaria prestes a dar um fim a sua estratégia de manter dois consoles, um portátil e um de mesa, no mercado ao mesmo tempo. Esse tópico tem estado em debate nesses últimos tempos, com muitos analistas apontando que o fato do Switch ser um console híbrido é a maior indicação da intenção da Nintendo de concentrar seus esforços em apenas um console. Mesmo assim, também há aqueles que acreditam que o 3DS deve ter um sucessor planejado.

Advertisement

Macquarie’s David Gibson faz parte do primeiro pensamento, acreditando que há muitos sinais claros – como as fusões de departamentos dentro da Nintendo que têm acontecido nos últimos cinco anos – que apontam para o Switch como único console da empresa em seu futuro.

O 3DS irá permanecer ativo por mais alguns anos por causa de sua grande base instalada (quase 67 milhões de unidades vendidas), mas no fim das contas a meta é transformar o Switch em sua principal e única plataforma. É parte da maior evolução da companhia em três décadas.

Para muitos isso é motivo de preocupação, especialmente porque a Nintendo não poderia mais duplicar os números de vendas que ela desfrutou durante o ápice da estratégia de dois consoles, como na absurdamente lucrativa era do DS e Wii (156 e 100 milhões de unidades vendidas, respectivamente) Outra perspectiva dada pelo Bloomberg é que, na verdade, a natureza híbrida e dedicada a jogos multiplayer e competitivos do console deverá fazer com que cada família possua mais de um Switch.

Claro, pode não ser tão simples assim. Considerando que a Nintendo tem anunciado e lançado outros produtos, como amiibos e os consoles mini (NES e Super NES) podemos concluir que a empresa está ansiosa por lançar número limitados de outros produtos que servem outros propósitos e trazem muitos lucros. É seguro apostar que veremos versões mini de vários consoles da empresa nos próximos anos, e que os jogos para celulares poderão ser ainda mais lucrativos para a empresa (Fire Emblem Heroes, por exemplo, já trouxe mais de US$100 milhões de lucro para a Nintendo).

Mais e mais temos a impressão de que o Switch tem tido seu lado portátil reforçado. Temos visto empresas como a EA e a Bethesda destacarem a portabilidade do console como principal diferencial para a compra de seus próximos títulos anunciados para o console, FIFA 18 e The Elder Scrolls V: Skyrim, então podemos crer que outras empresas devem começar a fazer o mesmo assim que essa estratégia se mostrar bem-sucedida. É possível, também, que a portabilidade desses jogos esteja sendo promovida pela EA e pela Bethesda para justificar a compra de uma versão de FIFA inferior às demais quando rodando na TV, e a compra de um jogo “velho” como Skyrim.

Só o tempo dirá se o 3DS terá seu sucessor ou se consoles híbridos se tornarão o foco da Nintendo de agora em diante.

Eu torço para que os consoles híbridos sejam a norma da Nintendo para o futuro.

E vocês?

Advertisement

Ixi! E agora, qual sua reação?

Gostei Gostei
0
Gostei
Uau Uau
0
Uau
Nãaoo Nãaoo
0
Nãaoo
Confuso Confuso
0
Confuso
Ezra

Apaixonado por animes e games! Me siga aqui no Galáxia Nerd