0

Mad Max foi lançado em 2015 para PS4, Xbox One e PC, e agora,  o jogo volta as atenções novamente para aqueles que são assinantes da PS PLUS, já que o título será disponibilizado gratuitamente.

Abaixo você pode conferir se vale a pena jogar Mad Max, através da nossa análise.


Review Mad Max:

Max é um cara durão.  Ele consegue lutar, atirar e dirigir ao mesmo tempo, mantendo-se focado e concentrado em sua missão. Não se engane, Max não é nenhum herói.  Não tem os mesmo poderes que nossos amigos mascarados, não é indestrutível e não conta com uma legião de super-amigos para ajuda-lo. Assim como o jogo que leva seu nome, “Mad Max” para PS4, Xbox One e PC vai te mostrar que a realidade em um mundo arrasado pelo caos não tem nada de “supers” – seja isso bom ou ruim.

Resultado de imagem para Mad Max ps4 mundo

O jogo começa com uma cutscene que somente uma historia ambientada no selvagem deserto imaginado por George Miller pode te entregar: perseguição de carros, briga, sangue e Max apanhando. Max é abandonado a própria sorte pelos War Boys de Scabrous Scrotus, mas logo encontra a companhia de um cachorro que teve o mesmo destino que o seu e um mecânico devoto a uma religião de carros, que vê Max com um anjo das quatro rodas.

A historia tem um ritmo lento e percebe-se que ela foi mal distribuída na miríade da Wasteland de Max. Isso não faz com que ela seja necessariamente ruim – os personagens, a ambientação e o clímax cumprem bem o papel de transformar o jogo em uma experiência Mad Max legitima.

Mundo Aberto:

Acostumado com jogos de mundo aberto? Não com esse. O deserto é um lugar realmente perigoso e por mais habilidoso e evoluído que Max esteja, ainda é possível morrer tomando decisões erradas em uma emboscada a um acampamento ou ao encontro com alguns War Boys pelas trilhas de areia. O mundo devastado é levado a serio aqui: muitos trechos apresentam um absoluto nada, uma paisagem linda e marcante misturando areia, céu, fogo e metal retorcido.

É levado mais a serio: tudo e todos são potenciais inimigos, raras são as ocasiões onde palavras são proferidas antes dos primeiros golpes. É levado demasiadamente a serio: após o vigésimo assalto a um acampamento, a oitava “corrida da morte”, a terceira ajuda a um “wastelander” ou a centésima recuperação de sucata que fica espalhada em diversos pontos do mapa você começa a se dar conta que é somente isso que o jogo ira te oferecer entre uma missão e outra da historia principal.

O já dito ritmo lento da evolução do roteiro se confunde com o gameplay repetitivo e pode levar a situações inusitadas – eu já tinha maximizado todas as habilidades de Max antes mesmo de chegar a 40% da historia principal, o que quebra um pouco aquele sentimento que o personagem evolui junto com seu destino traçado.

Resultado de imagem para Mad Max ps4 mundo

Gameplay:

No quesito combate, Max é fantástico nas quatro rodas. Os momentos mais divertidos do jogo são, de longe, os embates nas estradas, seja atirando um arpão para desmanchar aos poucos os carros inimigos, atirando com sua escopeta de cano duplo ou indo de encontro aos mesmos num festival de faíscas e parafusos voando. Ainda existem outras armas, caso essas não te satisfaçam.

Atacar um comboio em sua rota é tudo que o Mad Max representa desde seu primeiro filme, e o jogo não faz feio aos seus patriarcas. As derrapadas acontecem mesmo no combate mano-a-mano. Como eu já disse, Max não é um herói fantasiado, ele não vai ser rápido o suficiente para desviar de muitos golpes ao mesmo tempo e nem conta com um grande numero de apetrechos para o ajudar em batalha num sistema que imita o criado por “Batman Arkham Asylum”. Por mais que eu tenha gostado desse sentimento cru e de escassez nos combates, que refletem bem o que o mundo te mostra, a falta de mais densidade na estratégia de luta o leva a abusar do esquema “massacre o botão de soco” + “esquiva”.

Conforme você coleta a sucata que ganhas nas repetitivas missões feitas pelo deserto, é possível comprar habilidades e equipamentos para Max, assim como melhorar alguma função do seu carro.

Além disso, Max no começo do jogo conhece um “wastelander” misterioso que troca alguns tokens ganhos ao completar certas tarefas especificas (como vencer os adversários sem sofrer dano ou destruir um numero específico de carros de uma facção rival) por melhorias permanentes para o personagem principal, mas nem todas essas melhorias e habilidades conseguem tornar o combate a pé muito empolgante.

Resultado de imagem para Mad Max ps4 car

No fim, Mad Max consegue passar o sentimento correto de um mundo devastado cheio de lunáticos psicóticos. Ele é monótono e raso nas dunas que o cercam, mas siga na estrada certa e vera toda a fúria em que o mundo se tornou.

Veja um gameplay de Mad Max:

 

[wp-review id=”17621″]


O que você acha sobre esse assunto?

0
Big BOSS

Aqui no Galaxia Nerd você criar seu perfil e já pode postar um artigo através da sua conta, e ainda tem acesso a criação de Fóruns, Comunidades, Feeds de Noticias e muito mais para compartilhar com seus amigos.
Choose A Format
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals