Retrô Game - Comix Zone

Olá pessoal! Como vão vocês?

Hoje no Retrô Game falarei de um dos jogos mais criativos que já joguei, pois ele se passa dentro de uma historia em quadrinhos: estamos falando de Comix Zone foi lançado pela Sega em 1995 para o Mega-Drive.

Na historia controlamos o desenhista e músico Sketch Turner que numa noite chuvosa estava trabalhando em sua nova Hq chamada Comix Zone quando um raio atinge sua mesa de trabalho e acaba trazendo o vilão de sua HQ chamado Mortus para o mundo real! Mortus então joga Turner  para dentro da historia em quadrinhos para destruí-lo,pois no mundo real o vilão não nenhum poder e fazendo isso ele poderá permanecer definitivamente em nosso mundo.

Dentro da história em quadrinhos, Turner se encontra com uma garota chamada Alissa Cyan, que acredita que ele é o super-herói (“o escolhido”) que veio para salvar seu mundo das garras do diabólico Mortus e de seu exercito de aliens. Assim Sketch deve percorrer seis fases enfrentando diversas criaturas e resolvendo enigmas até ter a chance de derrotar Mortus e voltar para o mundo real.

Resultado de imagem para comix zone53

O jogo é uma mistura de beat ’em up onde você segue em frente socando e chutando os inimigos com puzzles, pois você deve resolver enigmas para liberar os caminhos para poder avançar ( e você achando que essa mistura de beat ’em up com puzzles começou com God Of War,né?). A grande sacada de Comix Zone é que realmente você está dentro de uma historias em quadrinhos, pois durante as fases você deve pular de um quadrinho para outro, os personagens conversam usando balões de fala e em alguns momentos é possível ver a mão do vilão Mortus desenhando os inimigos para te enfrentar. O jogo até brinca com alguns clichês das historias em quadrinhos e o Sketch tem falas engraçadas onde ele ironiza os desafios que Mortus coloca em seu caminho.

Imagem relacionada

Os gráficos são muito bonitos com belíssimos cenários de fundo e um ótimo design para todos os personagens. O som do game também é muito bom: Os efeitos sonoros são bem condizentes com cada ação que os resulta, as vozes digitalizadas ficaram muito boas e as músicas são bem empolgantes, pois são todas no melhor estilo Rock and Roll.

Resultado de imagem para comix zone

A jogabilidade é bem dinâmica e precisa como o game necessita: Turner pode atacar com socos, chutes, pular, abaixar  e se pendurar em algumas partes do cenário, além de utilizar itens como bombas, facas e a ajuda de seu rato de estimação chamado Roadkill que serve para puxar alavancas e descobrir itens em locais de difícil acesso. Comix Zone foi feito para ser jogado com o controle de 6 botões do Mega Drive pois os 3 botões a mais são utilizados para usar um dos 3 itens que você pode carregar em seu inventário. É possível jogar no controle de 3 botões porem a jogabilidade ficará um pouco limitada.

Imagem relacionada

Em relação a dificuldade, Comix Zone é dificílimo pois você tem apenas uma vida e se morrer tem que voltar tudo do inicio. Avançando no game é possível ganhar duas vidas extras porem não podemos contar muito com isso, pois elas dependem da boa vontade de Mortus! Sim, é o vilão que te dá à chance de continuar e isso brinca com mais um clichê dos quadrinhos, pois a maioria dos vilões em vez de matar o herói de uma vez o deixa preso assim dando uma chance dele escapar. Você pode ganhar essas vidas extras ou morrer de vez! É muito aleatória a decisão do vilão em te conceder essa segunda e terceira chance, mas algo é fato: se você morrer logo na primeira fase é game over na hora! Mortus não dá chance pra quem não aguenta nem passar o primeiro desafio.

Imagem relacionada

Comix Zone foi lançado para diversas plataformas além do Mega Drive: ganhou uma versão para PCs, e no decorrer dos anos ganhou uma versão reduzida para o Game Boy Advance. Também foi relançado em coletâneas de games da SEGA para consoles mais modernos como o PlayStation 2, PSP, Xbox 360 e PlayStation 3 e mais recentemente pode ser adquirido também via Steam.  Portanto se você gosta de um bom desafio e historias em quadrinhos, não perca tempo e jogue Comix Zone! Recomendado!

Resultado de imagem para comix zone game over

Curiosidades

A versão norte americana  do game para Mega-Drive vinha acompanhada de um CD com músicas de vários artistas como Jesus and Mary Chain entre outros. O estilo das músicas predominava o Grunge que estava em evidencia por causa do Nirvana, que era a banda mais popular da época.

Resultado de imagem para comix zone cd sampler

A versão europeia do game para Mega-Drive e PCs  vinha com um cd chamado Sega Tunes: Comix Zone em que uma banda tocava músicas baseadas na trilha sonora do game. Um detalhe é que o vocalista e guitarrista da banda era o Howard Drossin, produtor musical que fez a trilha sonora do game.

Quem quiser ouvir o cd, é só clicar no link:

Falando no Howard Drossin, além de Comix Zone ele trabalhou na trilha sonora de vários games como Sonic & Knuckles Vigilante 8, Splatterhouse entre outros,;em filmes sendo os mais conhecidos O Homem com os punhos de ferro 1 e 2 e curtas da Marvel como O Consultor e trabalhou como produtor musical para artistas como The Black Keys, Beyonce e Rod Stewart. O cara não é fraco não!

Resultado de imagem para Howard Drossin
Ele é o cara!

Como Comix zone é um jogo que deve passar s sensação de uma historia em quadrinhos, a Sega contratou dois artistas filipenses muito famosos do ramo na época para ajudar na criação do design dos personagens e das fases: Tony DeZuniga que trabalhou para a Marvel desenhando Homem-Aranha, X-Men e Conan, mas a sua grande contribuição a Nona Arte foi na DC onde ele foi um dos criadores do personagem Johan Hex. Zuniga infelizmente faleceu em 2012.

Imagem relacionada
Tony DeZuniga

O outro artista é Alex Niño que na Marvel trabalhou com o Hulk e na DC desenhou Batman, Superman, Johan Hex e uma série em que livros clássicos como Moby Dick, Os três Mosqueteiros, O Homem Invisível entre outros foram adaptados em quadrinhos. Atualmente, Niño está aposentado.

Resultado de imagem para Alex Niño
Alex Niño

 Se você ficar apertando o direcional para baixo bem rapidamente que Sketch solta um peido! Não serve para nada, mas é engraçado!

 

Cinco dicas para não deixar o Mortus passar a borracha em você!

 

  • Logo ao iniciar a primeira fase, após derrotar o primeiro inimigo você terá a opção de seguir ou para baixo ou para a direita. Vá pela direita, o caminho de baixo além de ser mais longo e mais difícil não tem nada de importante.
  • Uma particularidade desse jogo é que Sketch perde energia ao socar e chutar latões, caixas, paredes e todo tipo de obstáculos existentes pelo jogo. Para evitar isso, faça com que os inimigos quebrem os obstáculos para você ou use alguma bomba ou item para destruí-los.
  • Tome muito cuidado ao pular o buraco que é formado quando o quadrinho rasga quase no final da primeira etapa. Pule bem na ponta, se cair é morte instantânea.
  • Contra o primeiro chefe, vá saltando suas labaredas e dando voadoras nele. Assim que ele subir o pescoço para berrar, role por baixo dele e fique atrás do latão. Espere o chefe lançar algumas labaredas para acender o latão e empurre-o para BAIXO do chefe. Agora é só aguardar que ele morrerá queimado.
  • Comix Zone possui dois finais diferentes um bom e um ruim: durante a batalha final, Alissa está aprisionada em um casulo metálico que vai se enchendo de água. Se você conseguir libertá-la a tempo, vê o final bom, se não, fica com o final ruim.

Então é isso, galera! Espero que tenham gostado do texto! Até a próxima com mais um Retrô Game!

Resultado de imagem para comix zone cosplay




Veja os comentários abaixo!

Cristiano de Andrade
Colecionador de quadrinhos ( especialmente Marvel) , gamer e viciado em séries, ele não entende por que os nerds que na sua época eram tão unidos agora se dividiram em facções: é Caixista contra Sonysta, Marvete contra Decenauta e etc... Bora esquecer rivalidade e se divertir, galera!