0

Dois portugueses, um taiwanês, um coreano e um argentino entram em um estúdio… e assim começou a Semana 1 do CBLoL 2019 - Primeira Etapa. Nunca antes na história do campeonato havíamos tido tantos gringos estreando de uma só vez - o recorde anteriormente era para a Série dos Campeões, em 2014, com quatro coreanos estreantes (Winged, SuNo, Lactea e Olleh). É um marco para a competição, que conseguiu captar atletas de diversas ligas.


Alternative, Uppercut Esports

Origem: Portugal
Última equipe: K1ck eSports Club
Campeão utilizado no CBLoL: Lucian
AMA: 5 (4º maior entre ADCs)
Dano por minuto: 655 (2º maior entre ADCs)

Alternative não teve os melhores números absolutos entre os Atiradores, como visto acima, mas há algo em seu jogo que encanta. Ele tem o ímpeto de avançar e efetivamente buscar as oportunidades, mesmo que isso às vezes signifique se expor ao perigo - e até mesmo acabar morrendo em uma clássica Kalecada. Extremamente confiante, o português não hesitará em atacar. Seu Lucian é uma arma fortíssima, e se os adversários não se atentarem a isso e banirem, não há motivo para que ele mude sua escolha. Seu próximo confronto direto é contra brTT, será um bom teste para o português - se ele for tão bom com outros Campeões quanto é de Lucian, o Pai pode estar em apuros.


Laba, Vivo  Keyd

Origem: Taiwan
Última equipe: Team Afro
Campeões utilizados no CBLoL: Gragas e Kindred
AMA: 1,6 (2º menor entre Caçadores)
Participação em abates: 56%

Laba teve um começo promissor em sua primeira partida no CBLoL. Jogando de Gragas, ele colocou LeChase no bolso no early game, mas seu jogo decaiu. A segunda partida, em que jogou de Kindred contra a CNB, foi ainda pior. O Caçador estava fora de sintonia com os companheiros, o que provavelmente foi motivado por problemas de comunicação. A expectativa é que esses problemas consigam ser resolvidos o quanto antes, para que Laba - e a Vivo Keyd - funcionem como o pretendido. O próximo compromisso é contra a KaBuM, que também não começou bem, então pode ser que Laba se saia melhor contra essa equipe.


LeChase, Uppercut Esports

Origem: Portugal
Última equipe: K1ck eSports Club
Campeões utilizados no CBLoL: Lee Sin e Sejuani
AMA: 6,8 (3º maior entre Caçadores)
Participação em abates: 78%

LeChase não estreou bem, sendo engolido na selva por Laba no jogo contra Vivo Keyd, mas em sua segunda partida mostrou a que veio. Sua Sejuani foi um incômodo para a KaBuM, principalmente a partir do meio de jogo em diante. O Caçador conseguiu criar boas oportunidades de pickoff, inclusive a que desequilibrou a partida - o abate sobre Ranger abriu espaço para o Barão. Ainda não vimos tudo o que ele tem para mostrar, mas foi uma boa contratação. Shrimp, adversário direto na próxima partida, será uma prova de fogo.


Luci, Flamengo eSports

Origem: Coreia do Sul
Última equipe: Winners
Campeão utilizado no CBLoL: Alistar
AMA: 12,5 (2º maior entre os Suportes)
Participaçãoe em abates: 84%

Luci é uma surpresa positiva. Além de já estar bem entrosado com brTT mesmo sem tanto tempo de dupla, é um jogador individualmente muito bom. Sabe a hora exata de ser agressivo, iniciando os alvos certos nas lutas, e controla os combates muito bem. Ainda precisamos vê-lo no CBLoL com outras escolhas que não o Alistar - a que mais gera expectativas é seu Thresh - mas já deu para perceber o seu (alto) potencial. Seu próximo confronto é contra Damage, que mostrou Poppy como uma (excelente) resposta para Alistar. Talvez seja a hora de Luci trazer outra escolha para o Rift.


WHITELOTUS, INTZ e-Sports Club

Origem: Argentina
Última equipe: Rainbow7
Campeões utilizados no CBLoL: Kai’Sa e Sivir
AMA: 3 (3º menor entre os Atiradores)
Dano por minuto: 257 (2º menor entre os Atiradores)

WHITELOTUS ainda não justificou todo o hype que existe em volta de seu nome. Venceu sua primeira partida, contra a CNB, e teve um bom desempenho. Seu segundo jogo, contra a Redemption, não foi perdido por sua culpa - o time todo estava abaixo, e o Atirador era a chave para segurar o jogo, desde que ele chegasse ao late; não chegou. Essas não são afirmações que caracterizam um jogador ruim, mas um ponto a ser levado em consideração é a mística que existe ao redor do nome de WHITELOTUS: multicampeão da América Latina e conhecido por ser um jogador de mecânicas impecáveis, é esperado que ele esteja sempre em uma posição de grande destaque. Seu começo não tão acelerado no Brasil mostra que essas expectativas podem estar um pouco acima da realidade. Seu próximo desafio, contra a ProGaming de Luskka, pode nos dar mais ideias do que realmente esperar da estrela argentina.


A sua opinião sobre esse artigo pode ser escrita abaixo!

0

Reação Nerd:

Gostei Gostei
15
Gostei
Uau Uau
13
Uau
Amei Amei
11
Amei
Nãaoo Nãaoo
10
Nãaoo
Confuso Confuso
8
Confuso
Raiva Raiva
6
Raiva
Pain

Escolha um formato
Enquete
Crie uma enquete onde a decisão será tomada por opiniões através de uma votação
Convencional
Crie um texto, insira imagens e vídeos.
Ranking
Os votos mudam a posição de cada item nesse ranking
Meme
Faça Upload de imagens e crie o seu próprio meme