Análise: Spyro Reignited Trilogy 9
Reviews+ JogosPS4Xbox OneXbox One X

Análise: Spyro Reignited Trilogy

Compartilhar
Compartilhar

Há 20 anos a Insominiac Games a mesma desenvolvedora do recente Marvel’s Spider-Man, surpreendeu no PlaySation 1 com o simpático Spyro The Dragon. Assim como o Crash da trilogia Crash Bandicoot, o pequeno dragão também acabou se tornando um dos mascotes do console.

Em 2017 os três primeiros jogos do Crash, receberam uma remasterização de cair o queixo criada pela Vicarious Visions para os consoles atuais. Agora foi a vez de Spyro passar por uma revitalização, só que dessa vez pelas mãos da desenvolvedora Toys for Bob, que é a mesma por trás da franquia Skylanders. O pacote além de trazer o primeiro jogo, inclui também Spyro 2: Ripto’s Rage e Spyro: Year of the dragon.

Para aqueles que não conhecem a franquia. Os protagonistas são Spyro e sua libélula Sparx, ambos se aventuram em diversos reinos no mundo dos dragões. No primeiro título eles tem como objetivo salvar outros dragões que foram congelados por um feitiço do orgro Gnasty Gnorc. O segundo já foram apresentados novos personagens como Guepardo Hunter e o novo vilão chamado Ripto, que é um pequeno dinossauro feiticeiro. Enquanto o terceiro game tem como principal antagonista uma dinossaura conhecida como “A Feiticeira” e que tem como aprendiz a coelha Bianca, ambas são responsáveis por roubar ovos do mundo dos dragões.

Análise: Spyro Reignited Trilogy 10

Gráficos

O grande destaque de Spyro Reignited Trilogy é sem sombra de dúvidas o visual moderno que os jogos receberam. Realmente ficaram num nível de qualidade bem atual, o motor gráfico usado pela equipe para refazer os gráficos foi a Unreal Engine 4.

Análise: Spyro Reignited Trilogy 11

O game já era muito colorido e carismático no PS1, e a Toys for Bob só fez realçar isso ainda mais, e de maneira muito competente por sinal, trazendo mais detalhes e cores aos personagens, ambientações, objetos, vegetações, estruturas e por aí vai.

Parte sonora

O ex-baterista da banda The Police, Stewart Copeland, foi criador da trilha sonora da trilogia do PlayStation 1. Este é inclusive outro detalhe importante na parte técnica deste remasterização, a trilha foi totalmente remixada para modernidade, mas há a opção de escolher os sons dos games originais para aqueles que são mais nostálgicos. Também acrescentaram uma dublagem muito boa totalmente em português.

Controles

Houveram também melhorias consideráveis aqui, como: os controles agora terem suporte completo aos direcionais analógicos e uma câmera mais suave. Mas fiquem tranquilos, os elementos que fizeram o dragão um grande sucesso no final da década de 90 foram mantidos.

Análise: Spyro Reignited Trilogy 12

Então as corridas, chifradas e baforadas de fogo continuam por aqui com todo seu charme e diversão. Vale ressaltar que os adversários também foram mantidos, portanto isso significa que nem sempre a chifrada será o suficiente para derrotá-los, assim como ataques de fogo ainda podem ser defendidos com escudos dos inimigos.

Exploração

Voar já era divertido, e agora ficou ainda mais. O dragãozinho é capaz de planar depois de pular para chegar em áreas que antes não eram possíveis de se alcançar, inclusive o mesmo pode sair voando à vontade pelas fases para admirar suas belezas.

Vale lembrar que o jogador além de cuidar do protagonista, deve também alimentar a libélula Sparx, já que a mesma garante pontos de vida e proteção ao Spyro.

Análise: Spyro Reignited Trilogy 13

Os vários reinos dos três títulos da série foram refeitos, portanto estão cheios de colecionáveis, que no caso são: gemas, dragões e ovos.

Há um balconista que lhe dará vários objetivos para serem cumpridos, que inclusive variam de reino para reino. Realizar os mesmos é necessário para avançar na história. Uma boa notícia é que há também a possibilidade de ativar um mapa que ficará no canto esquerdo inferior da tela, ele ajuda bastante durante a exploração.

Ficha técnica
  • Desenvolvedora: Toys for Bob
  • Distribuidora: Activision
  • Lançamento: 13 de novembro de 2018 (Xbox One e PS4)
  • Gênero: Plataforma 3D

[wp-review id=”26569″]

Compartilhar
Escrito por
Gabriel Corrêa -

Sou amante da cultura nerd em geral e também sou louco pela arte do cinema. Porém, minha verdadeira paixão são os Video Games. Não tenho restrições de plataformas, gosto de jogar em todas seja Nintendo, Xbox ou PlayStation. Meus gêneros de jogos favoritos são: rpg, puzzle, aventura e survival horror. Mas procuro jogar de tudo, principalmente para aumentar meu conhecimento e experiência gamer.

Qual a sua opinião?

Você pode gostar também
Gestalt: Steam & Cinder
+ Jogos

Gestalt: Steam & Cinder – Aventura Steampunk em um Universo 2D

Gestalt: Steam & Cinder é um jogo que combina plataforma 2D e...

Emulador de PS4 shadPS4 adiciona Red Dead Redemption Remastered ao catálogo
+ JogosPCPS4PS5

Emulador de PS4 shadPS4 adiciona Red Dead Redemption Remastered ao catálogo

Emulador de PS4 shadPS4 adiciona Red Dead Redemption Remastered ao catálogo

2XKO
+ JogosPCPS5Xbox Series

Braum é Revelado como Novo Lutador de 2XKO

Assim como no jogo original, Braum é um personagem poderoso com golpes...

Fairy Tail 2
+ JogosAnimesMangáMicrosoftPlayStation

Novo Teaser de Fairy Tail 2 Revela Gameplay e Outros Detalhes

Fairy Tail 2, anunciado na Nintendo Direct do dia 18 de junho,...