Review: Dogurai
0

Olá Nerds…

O mercado de games retrô nunca sai de moda, muito pelo contrario, a era de ouro dos games tem inspirado produtoras a criar games como Dogurai, para os nostálgicos fãs do passado, especialmente do Game Boy Classic, e a análise em pauta será um prato cheio para a nostalgia.

A Hungry Bear Games, uma produtora Indie brasileira que tem seu game publicado na poderosa  Steam (Download do game), deu vida a essa interessante joia, e devido a todo trabalho, Dogurai foi lançado em 27 de Maio para PC (Windows e Linux), PlayStation 4 e Nintendo Switch. Todos seus quesitos remetem ao clássico portátil da Nintendo, ou seja, mesmo na simplicidade de um GB, poderemos ver um capricho impar com este belo game de plataforma.

Advertisement

Enredo

Em Dogurai, estamos na pele de Bone, um “cão samurai”, ex-oficial das forças armadas, que estava vivendo uma vida pacata e singela até os problemas governamentais aparecerem. Robôs e máquinas de segurança tomaram conta das ruas no lugar da polícia e das forças armadas, e por conta disso, o ambicioso dono de tal esquadrão inorgânico busca o domínio mundial, é ai que Bone entra em ação com suas habilidades ninja.

Jogabilidade

Este retrôgame é um ótimo plataforma, cheio de lugares para pular, hordas de inimigos na tela prontos para atirar em Bone e fases diversificadas. O jogo da ao player uma vaga lembrança dos primeiros games da franquia Megaman, (claro que com uma dificuldade mais balanceada) com possibilidade de escolher fases e cada tela tem um tema específico, isso ajuda em muito Dogurai, já que, ter uma estrutura similar a um game tão famoso, faz com que a experiência seja ainda melhor.

Cão samurai em missão, Dogurai chega ao Nintendo Switch e ...

Audiovisual

Gráficos simples de Dogurai, sem nada similar ao que vemos hoje, fazem o game se destacar. Apesar da simplicidade da grafia em pixels do GB, o jogo é caprichado de modo geral e a paleta de cores não é baseada apenas no “verdinho” clássico do portátil, mas sim, em outras cores primárias que levam o player a adentrar ainda mais na aventura. Penso eu, que o jogo poderia ter recebido um polimento gráfico melhor no que é proposto, não há nada de ruim, porém, é possível ver que pequenas melhorias gráficas, mesmo que respeitando e aplicando todas as diretrizes no estilo gráfico do Game Boy, poderiam enriquecer ainda mais o título.

O áudio é simplesmente fantástica e empolgante, a trilha sonora eleva seu Hype em “mais de 8 mil”, ela imerge o jogador nas fases, fazendo com que sintamos que realmente estamos em uma aventura para salvar o mundo.

Trailer

Advertisement
  • - 7/10
    7/10

Veredito

O game não é perfeito, mas é muito bom, entregando tudo que promete e um pouco além, trazendo capricho e nostalgia em uma ótima, porém curta aventura, completamente estruturada graficamente no clássico portátil da Nintendo.

Overall
7/10
7/10
Recomendação do Usuário
3 (1 vote)

Pros

  • Nostalgia;
  • sons;
  • enredo.

Cons

  • Polimento gráfico.

Ixi! E agora, qual sua reação?

Gostei Gostei
2
Gostei
Uau Uau
0
Uau
Nãaoo Nãaoo
0
Nãaoo
Confuso Confuso
0
Confuso