Os videogames são uma perda de tempo?
1
1 point
Os videogames são uma perda de tempo? 3

Provavelmente algum de vocês ja ouviram de seus pais ” Sai desse video game juninho que isso não da futuro”, “esse moleque nao quer fazer nada só jogar video game” ou a namorada(o) dizer ” fulano prefere o video game do que eu” e “sai desse video game e me dê atenção”. É complicado mesmo… Mas vocês acham que jogar video game é uma perca de tempo?

Muitas pessoas mal informadas também acreditam que os videogames não são apenas uma perda de tempo, mas são prejudiciais à saúde e à interação social. Mas isso é verdade? Uma pesquisa ja  mostrou em várias ocasiões que os jogos podem ensinar e desenvolver habilidades essenciais à vida que podem ajudar os jogadores em muitos aspectos da vida. Gerenciamento de recursos e tempo, priorização de tarefas, coordenação, multitarefa, planejamento avançado, estratégia e tática, design, física. Mesmo resiliência mental e emocional.

Advertisement

Eu sou um exemplo disto aprendi inglês jogando video game, hoje minha mãe que sempre reclamava comenta que o video game me ajudou a ser mais sucedido.

Não há provas conclusivas de que os jogos são realmente perigosos ou promovem um comportamento anti-social, maior do que qualquer outra forma de mídia. A percepção atual de jogos como um perigoso desperdício de tempo está desatualizada. Na verdade, os jogos são fundamentais para o desenvolvimento de habilidades valiosas que irão beneficiá-lo durante toda a sua vida.

Os videogames são uma perda de tempo? 4

 

“Eu não estou jogando jogos, mãe … estou melhorando minha capacidade de emprego.”

Imagine dizer isso aos seus pais, qual seria a reação deles ? haha Engraçado de se imaginar mas e algo real.O gerenciamento de recursos e tempo é absolutamente crítico em jogos de estratégia como StarCraft (Blizzard, 1998) ou Company of Heroes (Relic Entertainment, 2006). Jogadores de jogos como BattlegroundsPlayerUnknown (PUBG Corporation, 2017) ou Fortnite (Epic Games, 2017) estão fazendo um fluxo constante de avaliações de risco. A criação de personagens em RPGs requer planejamento antecipado, simulações de gerenciamento, como a série SimCity (Maxis) ou o Hospital de dois pontos(Two Point Studios, 2018) requerem um forte entendimento dos sistemas financeiros e a capacidade de revisá-los constantemente com base em novas informações. Mas uma coisa é acreditar nisso, e outra é apoiada por pesquisas empíricas revisadas por pares. Felizmente, não há escassez disso.

Em 2017, um artigo de Marron Palaus,  , Viejo-Sobera e Redolar-Ripoll reuniu dados de 116 estudos científicos que analisaram as mudanças estruturais, funcionais e comportamentais no cérebro. Eles descobriram que jogar videogames pode ter um efeito significativo em diferentes tipos de atenção. Os jogadores muitas vezes mostraram melhora na atenção sustentada e seletiva, e as regiões do cérebro envolvidas nos processos de atenção foram mais eficientes. Não só isso, seus cérebros exigiam menos ativação para sustentar a atenção quando confrontados com “tarefas exigentes”.

O Dr. Peter Gray, da Psychology Today , disse  que os videogames têm desempenhado um papel importante na substituição de formas de interação social que começaram a desaparecer devido a mudanças na sociedade e nos habitats humanos.

Alguns também criticam os videogames como “uma diversão superficial ou superficial preenchida com fantasias adolescentes de batalhas de gladiadores e tiroteios zumbis”. Mas isto são apenas cenários para forçar nosso cérebro a raciocinar em diversas situações.

Os videogames são uma perda de tempo? 5

Lembrem-se façam amigos

Dentro e fora dos jogos pois a interação social realmente é importante para o ser humano. Porque uma coisa que muitos não-gamers desinformados costumam dizer é que os jogadores não têm vida social(algo que não se aplica a mim e muitos que conheço), e que os jogos serão a queda da sociedade à medida que todos recuamos para bolhas auto-validadas do narcisismo (ironicamente, essas alegações são frequentemente compartilhadas em mídia social). Essas pessoal hoje não veem que podemos interagir com pessoas atraves dos jogos e fazer amizades que podem durar logos anos e até contatos profissionais.

Ja fiz amigos de outros países, estados e bairros que hoje são como irmãos que veem me visitar, saimos juntos para beber, ja namorei alguns e inclusive ajudei alguns a acharem seus crushs. Então como dizer que nós nao temos uma vida social? Com base em que? Claro alguns preferem se manter na bolha por medo e falta de aceitação porque só com é Nerd de verdade sabe da dificuldade que é sofrer bullying ou ser visto de como um bobão apenas por ter gostos que para muitos é “coisa de criança”.

Eu sempre grito a todos “EU JOGO VIDEO GAME SIM! E DAI?” , meus Hobbies e passatempos não condizem com o meu caráter ou status social é apenas algo que eu dedico tempo para meu próprio prazer.

E sim, existem casos extremos em que questões psicológicas, emocionais ou sociais existentes podem deixar os indivíduos abertos ao vício ou a outros problemas sociais, mas estes são extremamente raros, e os aspectos positivos superam em muito os negativos. Os jogos podem dar-lhe experiências valiosas e gratificantes, podem ser uma fonte de melhoria mental e as habilidades que eles proporcionam podem até mesmo lhe dar aquele doce trabalho que você está perseguindo.

Bom pessoal é isso, e espero que tenham gostado. Se divirtam com o que gostam e não liguem para o julgamento alheio pois se te faz feliz, isto é o que realmente importa.

Advertisement
Não se esqueça de se inscrever em nosso canal do YouTube e seguir o Galáxia Nerd nas redes sociais para ficar por dentro do Universo Nerd  – Facebook, TwitterInstagram.

Ixi! E agora, qual sua reação?

Gostei Gostei
2
Gostei
Uau Uau
0
Uau
Nãaoo Nãaoo
2
Nãaoo
Confuso Confuso
0
Confuso
Choose A Format
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Convencional
Formatted Text with Embeds and Visuals
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes